Suborno Sustentável

Posted: 30 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Robert constantemente procurava meios de se subornar para suportar continuar naquele emprego medíocre. Fazia contas, comprava futilidades e mimos. Conseguiu juntar bastante do seu suborno para abrir o próprio comércio. Agora continuava comprando futilidades para não deixar o comércio crescer, assim não tendo que dar suborno a ninguém.

Continência No Jardim

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

"Eles não são irmãos, eles não são lacaios. 
Eles são outras nações, presos conosco nesta vida e neste tempo, 
prisioneiros do esplendor e trabalho da terra."
Do documentário Terráqueos.

Benevolência Dos Maus

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Ambicionar essa paz aprisionada,
É amotinar-se contra o caos,
Por liberdade subornada.

Coercível Paz

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , , , , , ,
0

Andando o mais veloz possível,
Caindo lentamente sobre cristais.
Flutuando sobre torrente intangível,
A vida se esvai em retardo fugaz...

Andando com medo defensível,
Cada olhar, possível ofensiva voraz.
Resvalando sobre anseio irreversível,
A vida é corrompida pelo vazio mordaz...

Andando contra a correnteza induzível,
Cada passo mais solitário. Solitário mais.
Desviando desse ódio sem combustível,
A vida dissipa-se em gases lacrimais.

Andando por caminho coercível,
Cada passo é pesado quase incapaz.
A violência da obediência desculpa plausível,
Por uma ordem hierárquica sagaz...
Rastejando sobre tanto sangue cível
A vida escorre em guerra nomeada paz.
A vida escorre em guerra nomeada paz.

A melhor Valia (Desobedecer) - Poetronic Music

Posted: 29 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Poesia originalmente publicada em 13/02/2013.

Convicção

Posted: 28 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Sienna era enfermeira, solteira e livre. Sempre deixou claro ser a favor da eutanásia. Dizia que se por acaso algum dia caísse em estado de incapacidade, qual não tivesse mais meios de recuperação. Tinha já alguns amigos que fariam, ou ela mesma executaria o procedimento. Não que estivesse planejando.
Assim como não estava planejando ficar grávida. Infelizmente na tentativa de abortar, fez eutanásia. Contudo tragicamente morreu convicta de suas ideias.


Subjetiva Fragilidade

Posted: 26 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Coisas tão frágeis podem nos atingir os sentidos mais fortes e concretos. 
Oh ignóbil grandeza!

Sem Bexigas Futuras

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
1

Quem nunca fez com preservativo balão flutuante,
             Não sabe o ímpeto de cair das alturas,
                        Numa realidade doente e gestante.

Quantidade Da Desolação

Posted: 24 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Quanta dor é suportável
Se ver até passar a ser sentida
Pelo espectador?

Quanto egoísmo se esconde
Pelo desejo de esconder
A dor alheia?

Quanto cuidado
Deve ser dedicado
A quem cuida com tal dedicação?

Quanto amor
Pode levar alguém
A conceber o fim
                                                                 A quem ama?

Reflexo Primitivo - Poetronic Music

Posted: 15 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Poesia originalmente publicada em 21/09/2010.

Convalescência Da Mediocridade

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Nós mesmos arruinamos a nossa inocência
Pervertendo a inteireza da liberdade,
Em permuta de ordem e obediência.

2 Para 1

Posted: 14 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

A vida é
A constante guerra
Pela paz nos territórios da mortalidade.

Tal paz
É só questão de perspectiva.
De que lado se resignar.

A luz é
A falta visível da penumbra.
Ou o antagônico.

A razão é
Tão simplesmente,
O conflito da insanidade,
Com a realidade.

Recruta No Jardim

Posted: 11 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

"Eles não são irmãos, eles não são lacaios. 
Eles são outras nações, presos conosco nesta vida e neste tempo, 
prisioneiros do esplendor e trabalho da terra."
Do documentário Terráqueos.

Vingança Esputada

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Ao se descobrir com tuberculose bacilífera, Niki quis fazer uma ação direta em prol da libertação animal (ou contra a humanidade somente). Conseguiu um emprego temporário numa grande rede de fast-foods. E mesmo sendo muito difícil aguentar servir aqueles pratos com cadáver, além das lágrimas Niki se permitia acrescentar um pouco de sua saúde aos hambúrgueres. Após um mês de prestezas, começou o tratamento. E passa bem... Niki.

Árvore Estéril - Poetronic Music

Posted: 10 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Poesia originalmente publicada em 24/04/2010.

Demolição Temporal

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
1

Quanto tempo faz que...
Você parou para observar a lua?
Sentindo o sopro da noite além da fuligem da cidade.
Quanto tempo faz que...
Você teve uma aspiração sua?
Sendo mais você do que infligem a sociedade...
Quanto tempo faz que você...
Trafegou sem medo pela rua?
Caminhando sem temor de violência e atrocidade...
Quanto tempo faz que você...
Está preso à essa sua realidade?
                                                                              Oh! Quanto tempo sem criatividade!

Sozinho: Esperando A Liberdade 2

Posted: 6 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , , , ,
0

Dia algum corrente de ar libertará!

Previsão Verbal

Posted: 5 de jun de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
1

No turvo céu da tua boca,
O desespero em temporal
Fluía às trovoadas.