Remota Permanência

Posted: 31 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Tu vais permanecer ai,
Como um livro já lido
Na prateleira empoeirada.

Tu vais permanecer ai,
Tentando lembrar
Onde findou aquele capítulo.

Tu vais permanecer ai,
Sonhando em um dia distinguir
A imagem do personagem...

Tu vais permanecer ai...
Bem além de mim...

Relativa Quantidade - Poetronic Music

Posted: 30 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0


Poesia originalmente publicada em 28/02/2009.

Tragicomédia

Posted: 28 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
1

Sempre iniciamos
Estações em tragédias,
A comédia é que,
Ordinariamente são previsíveis.

Estamos vivendo
Constantes desgraças,
Comédia maior é
Sermos vivos tão passíveis.

Sempre há quem ria
Das piores catástrofes,
Comédia é não lastimar
Por estar somente vivo.

Sempre haverá quem experimente
Prazer incondicional...
Em assistir a comédia
Da tragédia humana!

Wild Silence

Posted: 24 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
1

"Do que vale uma dança se os pés não sangrarem?"

Rua Alheia, Frio Sem Ofensa

Posted: 23 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Como uma doença,
                       Corrói do osso à veia!

Ruminando os momentos de felicidade intensa,
     Não conseguimos prender 100 grãos de areia.
             Tanto tempo perdido em própria descrença...
                     Para cair em lívidos encantos de lua cheia.
                           Sem recear a sarcástica solidão desde nascença,
                                Toda presença parece fugaz e completamente meia.

Receita De Pé-De-Moleque

Posted: 21 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , ,
1

Entre as crianças da rua espalhou-se a fábula que a ranzinza dona Alba da casa 507 fazia doce de criancinhas e depois comia. E mesmo sem mais dentes originais na boca, dona Alba jamais dividiria com alguém aqueles pés... Pés-de-moleque. Muito menos com os moleques!
***
                        
Ingredientes:
- 6 xícaras de amendoim torrado sem casca;
- 4 xícaras de açúcar;
- 2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio;

- 2 colheres (chá) de achocolatado. (Opcional)
- 2 colheres (chá) de glucose de milho.(Opcional)

Modo de preparo:
Lave o amendoim e escorra. Coloque em uma panela o açúcar e os amendoins, misture bem e leve ao fogo misturando delicadamente. Quando o açúcar começar a ficar com um tom dourado, acrescente o bicarbonato. Retire do fogo e misture muito bem. Despeje em um tabuleiro untado e, assim que começar a endurecer, corte os quadradinhos de pé-de-moleque. Rende bastante... O difícil é comer moderadamente.


O Amendoim

Pode ser usado como outros legumes e grãos para fazer um leite sem lactose, como bebida, o leite de amendoim.
Aqui no Brasil, é um aperitivo tradicional. Em alguns países, chega a fazer parte das principais refeições. Rica fonte de energia, a semente combina com receitas doces, salgadas, com sala de espera e roda de papo em botequins.

Semente Brasileira:
A maioria dos estudos indica que o amendoim foi identificado pela primeira vez no Brasil, durante o período de colonização. Era muito consumido pelos povos nativos, tanto é que diversas histórias indígenas se referem a essa semente. Entre os mitos Tuparis, por exemplo, a árvore do amendoim era a que segurava o céu.

Pura Proteína:
Em média, há 30% de proteínas nas sementes. Já o óleo contém cerca de 50%. Por ser uma das fontes vegetais com maior quantidade de proteína, o amendoim consegue suprir a carência das fontes animais, para vegetarianos.
- Quem tem alergia à semente precisa prestar atenção nas embalagens de produtos como sabonetes, cosméticos e margarinas, para verificar se há derivados de amendoim em sua composição.
Apesar de ser saudável do ponto de vista cardiovascular, o amendoim não é ideal para quem quer emagrecer. Em 100g do alimento cru, há 544 kcal!

Gordura Que Faz Bem:
Seu principal componente para a saúde humana é a gordura insaturada; e uma das principais gorduras desse tipo é o ácido linoleico. As gorduras insaturadas atuam diminuindo os níveis de LDL, que é o colesterol “ruim”. Por isso, previnem doenças cardiovasculares. O amendoim puro não contém colesterol, o que é uma excelente notícia, afinal, além de ser livre das gorduras “ruins”, ele ainda diminui os níveis já presentes no organismo. Dá-lhe amendoim!

Referência Toda Perfeita.

Sublingual

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Dos campos de centeio
Temos sentido,
                                   Aurora boreal!

À Margem

Posted: 20 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

“Ao manter-se à margem por alternativa,
Tornam-se mais confortáveis as opções de mergulho.”

Existência Crônica

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

O prenúncio da dor que faz sentir agonia,
Como ameaça de estar vivo faz temer o mundo.
Estar sempre sozinho ansiando irreal companhia,
Em autofobia de egocentrismo moribundo!
Mais um dia, mais uma hora, mais um segundo...
Nem toda exposição ao temor há de curar tal antropofobia.

Wait For Me...

Posted: 17 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

"A razão tanto esperou... Que um sopro da liberdade fez a ideia se desprender do reflexo sonial.

Esquadrinhando

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Ela estava enfadada de tanta falsidade e traição... Queria encontrar alguém que realmente valesse a pena conhecer. Tornou-se astronauta. 

Limites Temporais - Poetronic Music

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0


Poesia originalmente publicada em 11/05/2009.

Alheio

Posted: 16 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Dê-me uma razão
Para não seguir com a inoperância,
Quando o sol lá fora brada
Por fendas em películas delicadas.
Dê-me uma razão
Para deixar de lado arrogância,
Quando a chuva lá fora faz
Rotas para se brincar em ruas alagadas.

Dê-me uma razão
Para não rir da desgraça humana alheia,
Quando só causam guerra,
Dor e devastação por cobiça.
Dê-me uma razão
Para me orgulhar do sangue nessa veia,
Quando a batalha é proclamada
Como meio da paz e justiça!

Dê-me uma razão para ser são!
Dê-me uma razão!
Dê-me uma razão para acreditar na ilusão...
Dê-me uma razão.
Dê-me uma razão para ser são!
Dê-me uma razão!
Dê-me uma razão para acreditar na ilusão...
Dê-me uma... Uma única razão.

Venda Concedida

Posted: 15 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Redes sociais de depressivo egocentrismo,
Indagam fixamente acerca de tua vida
Para impelirem consumismo!

Do It Yourself

Posted: 11 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , , , ,
0

"Nunca, nunca seja completo!
Se complete você mesmo!
Pleonasmo ereto!"

Segundo Kinsey, três em cada mil homens seriam capazes de realizar a performance de auto felação.

Vida Em Mono/Histérico

Posted: 9 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Se você está completo, é menos da metade de um pouco,
Se você está feliz, todos vão te detestar por tal felicidade!
Se você não quer se relacionar, vão te chamar de louco,
Se você não nesse$$ita, estará à margem da $ociedade!

Mais um dia carregando a carcaça pesada e sem essência,
Mais uma semana repetindo a si que está perto do fim.
Mais um mês em troca de mais do seu tempo e obediência,
Mais um ano de planos irrealizados, não parece tão ruim.

Se você é você, vão te chamar de falso e indolente,
Se você quer a paz do lar, vão te diagnosticar antissocial!
Se você tem beleza, não importa o que tem na mente!
Se você sente realmente que o que sente é seu eu real,
Não se importe em ser DeMente.

Sorria!

Posted: 3 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

"Esta é sua vida vazia... Então sorria!"

Frenesi Quebrado

Posted: 2 de jan de 2013 by Lux Alt in Marcadores: , ,
1

Um tiro silencioso atravessou o eco do vazio,
Na casa de mármore das esperanças ocas.
A mancha de sangue da menstruação em cio,
Pinta de frieza os lábios de amargas bocas.
Tão poucas considerações ao fim do amanhecer mais frio.