Alacridade

Posted: 30 de nov de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

"Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que quase me deixa exausta...." - 
Clarice Lispector

Trabalhar Paga

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Pague com sua vida qualquer vontade,
Conceda a escravidão por um trocado!
Pague com sua identidade comodidade,
Toda rendição para ser condicionado!

Pague com sua mente a criatividade,
Afinal toda expressão já foi proclamada.
Pague com o silêncio a excitabilidade,
Pouco prazer por tanta dor acumulada!

Pague com sono a irritabilidade!
Pague com trabalho sua humildade!
Pague com personalidade a honra da dignidade!
Pague com escravidão e lealdade!

Pague com prisão falsa segurança,
Almeje um padrão de prosperidade!
Pague com servidão a social cobrança,
Seja o exemplo do consumo e frivolidade!

Pague com sua liberdade!
Pague com sua sanidade!
Pague com sua liberdade!
Pague com sua sanidade!

Suburban Sky

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

“Naquele momento nós fomos livres... Alcançamos os desejos além do céu! Eu queria ter ido além...”

Concessão De Jugulo 2

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Quando se tem acepção da inocência,
Já se tem abandonado,
Alguma pura essência.

Quando se vive em busca de dinheiro,
Já se tem prendido,
Em esmerado cativeiro.

Quando se tem resposta à loucura,
Já se tem concedido,
A mente a tortura.

Quando se vive dependendo de destruição,
Já se tem conferido,
Alvedrio de retribuição.

Quando se tem acepção da prisão social,
Já se tem perdido,
A liberdade de ser real.

Dissolvido Muro

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Viver intensamente,
Sem exato futuro!
Carcaça e mente.

Sonhos Em Chamas - Poetronic Music

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , , ,
0


Poesia originalmente publicada em 26/02/2009.

Preço Da Preguiça

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Marinete, acomodada jamais fez uma caminhada para talvez sentir sono. Nem tentou tomar nenhum chá ou calmante natural. Ao invés disso, pediu para seu médico lhe receitar um remédio pesado para dormir. Afinal ela adorava ficar na cama.
Certa noite acordou ainda atordoada para ir ao banheiro, só que não conseguiu chegar. Marinete está agora acamada constantemente com uma fratura de fêmur irrecuperável. Afinal ela adorava ficar na cama.

Extasiado

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

"Unindo moléculas de lembranças,
Tem-se novamente excitação...
Mesmo somente lembranças."

O Futuro É Agora

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Das faíscas cintilantes,
Que se camuflam entre
Pensamentos congelados,

Não há nada a recear.
O ímpeto é de vida,
Não de perecer.

Mesmo que chamem
Por anjos e demônios
Por uma salvação,

Nenhuma batalha
Será ponderada
Num nível mais relevante.

Avante! Ainda há tempo
De considerar
Um sentimento legítimo.

Nem todo o cuidado
Em viver
Fará você experimentar mais,

Só prolongará a estada
Entediante e fracassada...
Nessa dissolvida estrada.

Mais uma aurora,
Que seja mais uma tentativa
De fazer o melhor para ser real!
Ah o futuro... O futuro é agora!

Teia Das Lembranças

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Fiz meu lar entre as lembranças vívidas
De tua mórbida ausência!

Ditosa Languidez

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , , ,
0

Crepúsculo diamante,
Derretendo em gotas,
Dulcificada nostalgia.

Trivial Hipocrisia

Posted: 29 de nov de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

A hipocrisia dos teus sentimentos,
Simplesmente me leva a loucura.
Fico no canto de ouvidos atentos,
Observando a decadência da cultura.

A hipocrisia em suas palavras ocas,
Simplesmente enche os ouvidos.
Fico lendo a verborreia dessas bocas,
Desejando mais gritos que sentidos.

A hipocrisia da cólera individualista,
Simplesmente me acalenta a mente.
Fico deitado esperando sua conquista,
Prevendo um ego bem mais coerente.

O reconhecimento dum conceito demente,
Faz todo o sentido social e fascista
Ser hipocrisia consequente.

Vingança Desnuda - Audiopoesia

Posted: 26 de nov de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0


Microconto originalmente publicado em 26/11/2009.

Custo Gratuito

Posted: 22 de nov de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
2

Desde que Ellie completara 21 anos costumava se intitular independente! Entretanto adorava ir à baladas onde mulheres não pagavam. Certa noite ela entendeu da pior maneira o custo de tal gratuidade.

Ponto De Diamante

Posted: 16 de nov de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

“Esperando o crepúsculo da não razão,
Em diamantes derretidos no céu de outono.”

Degeneradas Diretrizes

Posted: 15 de nov de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Quanto mais gozamos em consumo,
Extraem-se milenares raízes,
Ruímos rindo e sem rumo.

Exaurido

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

“E uma vez tendo caído no paraíso,
A exaustão de sentir paixão verve
Fez a loucura consumir até os desejos mais incessantes.”

Ingênuas Tolices

Posted: 6 de nov de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Fui tolo ao pensar
Que livres todos queriam ser,
Fui ingênuo ao tentar
Mostrar a liberdade a alguém.
Todos só querem sobreviver
Em suas confortáveis celas,
Sem precisar ver as atrocidades
Que escorrem cidade além.

Fui tolo ao cobiçar
Um mundo dito melhor,
Fui ingênuo em considerar
Que eu sabia algo além.
Todos só estão preocupados
Em não saber nada grave,
Afinal, qual a utilidade,
Da informação se escolhe nada saber.

Mas não é tarde para reconhecer...
Não, nunca é tarde para reconhecer
Tolices e amadurecer!

V - Audiopoesia

Posted: 5 de nov de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
1


"Remember, remember, the 5th of November..."
Música dedicada ao 5 de novembro, que não deve ser esquecido.
Inspirada em V, da HQ V For Vendetta.

Teoria Das Emoções

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Há vários dias Amim se mantinha preso naquele escuro quarto úmido com cheiro de mofo. Porém, após ler enorme livro de um famoso desconhecido anarquista, estava tão certo de que era inteiramente livre e libertário. Que decidiu naquela mesma ocasião que passaria ainda mais tempo no cômodo registrando também sua nota teórica sobre como era ser teoricamente livre libertário.

Ansiando Liberdade

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Ainda que sozinho em outros planos insólitos,
O plano fundamental é a libertação.

Rebeldes Intuitos

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Quando autoquestionamento
           Incinerar definidos circuitos,
                        Será livre conhecimento!

Lembrai! Lembrai! Da Traição

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Lembrai o quanto prometemos sonhos e terras,
Mas nada foi fertilizado nos campos da imaginação.
Lembrai que queríamos o mundo sem guerras,
Mas fomos nós que não fizemos nada de direta ação.

Lembrai o quanto esperamos ter esperança,
Mas confiamos demais em nossa inconsequência.
Lembrai o quão recusávamos tal vil herança,
Mas nós voltamos derrotados e sem experiência!

Lembrai o quão julgávamos ter A consciência,
Mas fomos nós arquitetos de nosso crime e nossa vingança.