Desarraigada Inspiração

Posted: 31 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

As raízes se soltaram para não mais habituar-se a servidão de um exclusivo espaço.

CaTVeiro

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Zuleide estava tão habituada a confiar em tudo o que via na TV que assistindo novelas, aos 80 anos ainda esperava seu final feliz. Com um casamento talvez.

Go! Go! Queer!

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

"A violência do oprimido é auto-defesa." - 
Mademoiselle part. Vidal Liberdade e Revolução - Auto Defesa
desenho também inspirado na música: Anarkofunk - Racha Macho - Conversa Ao Pé Do Ouvido

Com Tradição Em Contradição

Posted: 29 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

A gravidade a mais fiel inimiga!
Perante o sonho de libertação.
Revogando a constante briga,
Entre realidade e imaginação.

A hostilidade parece natural,
Perante convivência tão apática.
Sem olhar ou sorriso fraternal,
Repetindo violenta prática.

O vento sopra trazendo fuligem
Solidão mesmo em meio multidão.
Grotesca adaptação à vertigem,
De ser a raiz de mútua destruição.
Fim e origem da humana conTradição!
Humana conTradição!

A vontade de mudança é falsa,
Perante o comodismo capital.
Seguindo acostumados a desgraça,
Todos por bem praticam tanto mal.

Receita De Seitan (Bife de Glúten)

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
2

No refeitório Renan constantemente fazia brincadeiras estúpidas com um vegetariano colega de trabalho. Muitas vezes punha vários pedaços de carne suculenta e ficava erguendo e exibindo contra ele. Porém um dia, quando ele fazia tal brincadeira, o vegetariano abriu um grande sorriso na outra mesa e também ergueu grande pedaço do mesmo bife que ele estava comendo. Renan chocou-se e ficou com cara de bobo quando reparou a placa que dizia que aquilo era seitan.

***
Há duas formas de se produzir seitan caseiro. A primeira é separando o glúten da farinha de trigo, opção que eu recomendo só em caso de não encontrar a farinha de glúten pura, pois desperdiça muito trigo, água e tempo. A outra forma é essa abaixo. Simples, prática e ao fim sai bem mais em conta. Encontrei em loja de produtos naturais.
Ingredientes
500g de farinha de glúten;
500ml de água (para a massa);
1 xícara de chá de shoyu;
1 xícara de chá de molho de tomate;
1 cebola média;
3 dentes de alho;
Especiarias a gosto.

          Modo de preparo
    Misture a farinha de glúten com temperos secos de sua preferência, como por exemplo, orégano, pimenta do reino, açafrão, louro, etc. Vá adicionando a água e misturando até formar uma massa homogência parecida com a massa de pão. Enrole em formato de cobra e corte em fatias.
         Corte a cebola e o alho, ponha no fundo de uma panela de pressão grande. Ponha a massa fatiada, o shoyu, o molho de tomate e adicione água até cobrir completamente a massa. A cozedura do seitan neste caldo irá produzir um enriquecimento em sais minerais e aminoácidos (em especial a lisina).
Deixe cozinhar por 40 minutos após pegar a pressão. E pronto! É só tirar de dentro do molho, e você terá muitos bifes prontos para serem fritos, cozidos, grelhados, empanados ou para churrasco. Chame os amigos, pois essa medida rende bastante!


        O Seitan
     O seitan é conhecido pelo nome de “carne vegetal” por ter um aspecto semelhante à carne e porque é feito a partir de um cereal, o trigo. O seitan é um produto feito a partir de trigo, concentrando toda a parte proteica do cereal, o glúten.

O seitan é rico em proteínas e pobre em gorduras. Cerca de 180 g de seitan são suficientes para satisfazer as necessidades proteicas diárias.














Verve Apocalipse

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Após extasiante aurora boreal,
O Sol se extinguiu em eclipse...
Restando apenas frio glacial.

Deuses De Areia - Poetronic Music

Posted: 27 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0


Poesia originalmente publicada em 24/05/2009.

Admirável Mundo Oco

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Um mundo lá fora além das redes sociais,
Mais sol do que nas fotos do photoshop.
Um planeta lá fora além de muros digitais,
Mais amor que brinquedos de sex-shop.

Tudo muito e tão pouco...
Em razão do que é louco...
Admirável mundo oco...
Admirável mundo oco...
Admirável mundo oco...
Admirável mundo oco...

Um mundo lá fora além da inútil novela,
Mais verdades e mentiras sentimentais.
Um mundo lá fora além da sua teletela,
Mais câmeras nas ruas menos mortais.

Um mundo lá fora além da sua cela vital,
Mais grades para comprar com escravidão.
Um mundo lá fora além da masmorra virtual,
Mais insegurança, mais vida, mais servidão.
Um mundo lá fora de imensidão
Fatalmente real.
Um mundo lá fora de imensidão
Fatalmente real.

Forget-Me-Not

Posted: 26 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Tão singelas, contudo tão belas quanto memórias dos dias ensolarados.

Gravidade Final

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

E ao fim de tudo,
Você só estava ecoando o que foi dito.
O que disseram que disseram como fato.

E ao fim de tudo,
Você só foi uma imitação de cobiças superficiais,
Na superfície da pele descascada após o sol.

E ao fim de tudo,
O tudo foi tão escasso que não nutriu,
O ego segue tão vago quão o oco da mente.

E ao fim de tudo,
Nenhum novo princípio foi concretizado finalmente,
Ao final não restou qualquer alternativa para iniciar o final.

Go-Go Vegan

Posted: 25 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

"A Força não vem da capacidade física,
ela vem de uma vontade inabalável." - Go Vegan!
Mahatma Gandhi

Pseudolalia

Posted: 24 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Estella tanto amava política, políticos e promessas que resolveu se candidatar a deputada para exercer com melhor desempenho as mentiras nas quais acreditava piamente.

Olhos Secos - Audiopoesia

Posted: 22 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0


Microconto originalmente publicado em 30/06/2009.

Doce Arrogância

Posted: 17 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Não há nem resíduo de ódio a ser dilapidado,
              Para com o consenso da inoperância...
                        O isolamento livre é bem mais ansiado.

(Ainda) Esperando O Sol

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , , , ,
0

Tenho saudades daquele sol...
O tempo sem, parou no vazio.

Esperando Novos Dizeres

Posted: by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Disseram que seria um novo dia,
Uma nova alvorada...
Mas só as cinzas chegaram com o sopro.
Ao fim, nada acabou verdadeiramente.
Tudo segue o curso do caminho vácuo.

Disseram que depois tudo se restauraria,
Num novo conceito...
Mas só encanecidas letras ecoaram em eco.
Ao fim, nenhuma ideia insurrecionou.
Tudo segue em completa inalterabilidade refletida.

Disseram que haveria possibilidade de cura,
Sem angústia ou consternação...
Mas só vemos mais e mais sangue no asfalto.
Ao fim todas as chagas necrosaram.
Tudo segue rastejando em lamento e agonia.

Disseram que ao fim o fim chegaria...
Ainda estamos esperando!

Start A Riot

Posted: 16 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Não, nunca será meu sangue em minha face!

Definidas Preferências

Posted: 15 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Felipe era um soldado militar tão homofóbico que só permitia-se ser penetrado por homens heterossexuais. De preferência bem machos e de altas patentes.

I Wanna Make You Bite The Pillow - Instrumental

Posted: 12 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0


Musica inspirada numa cantada ouvida por ai... 

Adoração

Posted: 8 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Adoro sua competência em admitir falhas,
Quando fala de coerência com a liberdade.
Ao dizer que mente, adoro sua sinceridade,
Quando usa palavras como afiadas navalhas.

Adoro o eco do abismo entre nossas ideias,
Quando o precipício cresce ainda mais e mais.
Ao buscar adorável ideia de liberdade fugaz,
Quando o veneno amigável necrosa em veias.

E ao fim todos só querem sobreviver a utopia,
Repetindo para si que há uma possibilidade...
Adoro a certeza de inexistir volta à sintonia!

E ao fim todos buscam um sonho como abrigo,
Mas querem ocupar até onírica propriedade...
Adoro como você me odeia por concordar com o que digo.

Lua Azul

Posted: 6 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

A Lua Azul trouxe bons fluídos,
Boas emanações cósmicas.

Consciente Imprecisão

Posted: 5 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , , , ,
0

Finalmente o privilégio da estranheza
Tornou-se uma concessão,
À estagnante natureza.

Evolução Da Quda

Posted: 4 de out de 2012 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Todos estavam buscando
Resquício de alma,
Resquício boa índole,
Quando só restava veneno.
Em todos os lugares, em todas as ruínas...
Por caminhos escuros e escorregadios.

Todos falavam de uma esperança
Iluminada com um futuro
De glória e progresso.
Foi justamente por desenvolvimento
Que todos caíram em desgraça,
Comprando a corrupção
Para poder subornar a própria morte afinal.

Todos quiseram subir... Uns nos outros,
Só restaram cadáveres de fraternidade.
Todos escolheram a evolução da queda!