Destino Mútuo

Posted: 28 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
1

Avisem que não vi paraíso,
Avisem que não há final juízo.
Tudo acabou sem sofrimento
Nem mais voz ou pensamento.

Diferente de você, eu posso escolher meu fim,
Inocente é termo que não cabe a você, nem a mim!
Inconsciente é só aquele que está em coma na cama,
Nem tente me dizer que teu profeta morto me ama!
Certamente quando tudo acabar, não sentirei ferida!
Nenhum anjo resgatará nenhuma alma arrependida
Não há outra chance, a vida é só uma tentativa,
Se prefere morra com sua eterna alternativa,
Não espere que eu engula essa lorota repulsiva de forma passiva!

Mente cativa,
Santa guerra...
Sem prerrogativa
Todos vão se juntar...
Pra alimentar... Somente a terra

Trabalhar Mata! Parte 2

Posted: 27 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Produção incessante
Mercado de trabalho,
Fardo massacrante,
O que tenho é o que valho.

“Vista a camisa!”
Sorriso forçado.
Tudo o que precisa,
Está no supermercado.

Sem tempo pra pensar,
Alzheimer pessoal.
Nem sonha descansar,
Escravo intencional.

Estafa, stress e tendinite,
Câncer, infecção e faringite.
Se é tão ruim quanto admite,
Porque? Porque não se demite?

Um dia a ficha cai,
E tudo não valeu...
Não houve tal conquista
Se você já morreu.
Não houve tal conquista
Se você morreu.

Não Há

Posted: 25 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


Não há começo sem fim,
Não há fascismo justiceiro!
Não há guerra por paz,
Não há liberdade pelo meio!
Liberdade completa do ventre ao seio
Única de proposta que satisfaz!

Só Quero...

Posted: 24 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


Só quero um pouco de liberdade...
Só quero... Liberdade.

Tantos lugares para ir,
Tanto sangue a fluir...
Porque ainda estou aqui?
Não quero ter alguém,
Quero ser meu, do mundo,
Só quero ir mais além...
Aproveitar cada segundo.

Só quero ser livre pra ser eu completamente...
Só quero ser livre...

Tantas faces que eu vejo,
Tantos lábios que eu beijo,
Porque não esse desejo?
Só quero me libertar,
Não ter nenhuma casa...
Viajar, vagar e vagar...
Sentir como se tivesse asa.

Só quero ser livre pra ser eu completamente...
Só quero ser livre...

Tantas experiências novas,
Só viver o hoje e o agora!
Não mais testes ou provas...
Só quero ir embora...
Só quero ir embora...

Incógnito Parte 2

Posted: 23 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Saindo da crisálida para conhecer o mundo...
Sentindo no corpo o vento...
Não há mais tempo para ser falso com o pensamento!

Não há como rotular,
Não estou no seu padrão moral.
Não há segredo milenar...
Não quero salvação no final.
Eu sou mortal, não sigo seu caminho linear...
Não! Não! Não! Eu sou real!

Refrão:
Sou igual a você,
Porém totalmente quase, mas não exatamente,
Completamente diferente...
Incógnito como todo ser pode ser...
Incógnito... Simples de corpo e mente.

Não há o que ocultar,
Meu eu pertence somente a mim.
Amanhã é tarde pra esperar...
Pode ser o meu ou o teu fim.
Eu digo sim, que vivi até desintegrar...
Sim! Sim! Sim! Eu sou assim!

(Refrão)

Do pó ao pó sem dor ou dó...
Tendo o mais completo entendimento...
Incógnito, incógnito sentimento.

Doce Maçã

Posted: 22 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Não deixeis cair em tentação,
Joguemo-nos perante a vontade!
Não acreditemos só em televisão,
Não sejamos reais pela metade.
Tudo além é imaginação.
Tudo lá fora é a não-verdade!

Só se corrompe o que é puro,
Só tem fé quem é inseguro...
Religião... É só mais outro muro.

Refrão:
Se você duvida, coma a maçã!
Se você acredita, coma a maçã!
Lagarta, irmão ou irmã. Coma a maçã!

Não deixeis cair em tentação.
Realize seu mais real desejo.
Não vendamos a mente à alienação,
Não se proíba de dar o fatal beijo.
Tudo além é rendição...
Tudo o que você vê eu também vejo.

Só há eternidade sem começo ou final
Só é herege se crer pecado original.
Religião... É mais uma algema social.

(Refrão)

Não deixeis cair em tentação,
Joguemo-nos para vida!
Tudo do além é só ilusão,
Mas se você prefere então...
Fique com a maçã apodrecida!

(Refrão)

Submerso

Posted: 21 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Sentindo o corpo submerso,
A mente vaga pelo vazio.
Tudo seria mais simples inverso,
Não mais calor, não mais dor ou frio.

Sentindo o corpo afogado,
Os sentidos caem à anestesia.
Qualquer motivo foi malogrado,
Em amor, paixão, ódio ou fantasia.

Basta se deixar flutuar na onda imaginária...
Resistência é negar ao nadar na corrente contrária...
Basta se deixar... Imaginar...

Sentindo o corpo naufragado,
O olhar não precisa de visão.
Toda audição, tato ou olfato
Sentem a trama da imaginação.

Basta se deixar flutuar na onda imaginária...
Resistência é negar ao nadar na corrente contrária...
Basta se deixar... Imaginar...

Sentindo o corpo submerso,
A mente vaga pelo universo....

Toque Da Destruição

Posted: 20 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


Você deve se achar o topo da cadeia
Destruindo, consumindo, esgotando...
Você finge não estar preso à teia,
E quando o desastre chega, fica aí chorando.

Você deve pensar que pensa demais,
Mas não sabe nem porque está vivo!
Você só quer saber de ter mais, mais e mais...
E quando tudo acaba fica aí arrependido.

Refrão:
Destrói, por pura vaidade,
Constrói artificial realidade.
Mata por egocentrismo,
Humano capitalismo da crueldade!

Você não se olha diretamente no espelho
Tem que ser cópia para ter beleza,
Você só é quem é porque segue conselho,
E quando você é você, não tem tanta certeza.

(Refrão)

Destruição...
Destrói tudo o que toca...
Só foca o próprio umbigo...
Sufoca todo ar com devastação...
Toques... Toques da destruição...
Natural inimigo.

Morte Natural (Natureza Prelúdio)

Posted: 19 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


Com toda certeza eu sou natural.
Exceto a natureza,
Só morre o que é mortal.

Um Lugar Melhor

Posted: 18 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: ,
0

Estamos procurando lugares melhores para sermos reais,
Por praças, pubs e bares... Cheios de indivíduos tais.
Estamos buscando lugares sem pontos de referência.
Desertos, florestas e mares cheios de nenhuma essência.
Estamos procurando lugares para existência.

Estamos procurando lugares em campus de intelectual fantasia.
Academias vulgares que aprisionam a mente na didática simetria.
Estamos buscando lugares para acharmos residência,
Prédios sem andares, instituições sem nenhuma essência.
Estamos procurando lugares para resistência!

Não há melhor lugar... Do que nosso lar.
Não há melhor lugar... Do que nosso lar.
Ah! O mundo é nosso lar!

Venha ser livre como o ar,
Venha ser a corrente do mar,
Venha ser parte de tudo ao redor,
Venha sentir os raios do Sol!
O mundo pode ser um lugar melhor.

Acordando Sozinho Parte 2

Posted: 17 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0


Quando acordei, nada mais era igual.
A vida se passou e não mais sei meu caminho.
Tudo ficou em ruínas ao raiar nupcial,
Não há mais com quem dividir carinho,
Não há mais com quem dividir o vinho.
Quando acordei, nada mais era igual...
Eu estava... Eu estou sozinho...
Eu estava... Eu estou sozinho...
Sozinho.

Quiromancia?

Posted: 16 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


O futuro não está em dentes de alho.
Não está na bola de cristal...
O futuro não está nas cartas do baralho.
Não está no signo zodiacal...

O futuro está em sua mão!
Nenhuma ação para a realidade é vã...
O futuro está em sua mão!
O que você faz, é conseqüência para amanhã.

O futuro não está na borra de café...
Na água não está refletido...
O futuro não se vê através da fé.
Nas folhas de chá não, não acredito...

O futuro está em sua mão!
Nenhuma ação para a realidade é vã...
O futuro está em sua mão!
O que você faz, é conseqüência para amanhã.

Toda causa faz efeito – Lei primordial
Entropia, dinamismo e estase...
Está em sua mão a paz mundial!
Imaginação, ação direta e vontade.
Está em sua mão seu próprio final.

Trabalhar Mata!

Posted: 15 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


Trabalhar...
E como recompensa, comprar!
Se endividar
Para trabalhar mais e mais!
Sem pensar...
Para poder comprar...

O que você faz é o que você quer realmente?
Quem disse que você precisa ser rico para ter conforto?
Você trabalha para viver? Você vive para trabalhar?
Ou será que você já está morto?

Trabalhar mata!
Dignidade é prisão.
Trabalhar mata!
Dignidade é ilusão.

Para que tanto se sacrificar? Comprar um novo celular?
Que evolução conseguirá com mais uma moto ou carro?
Você trabalha para viver? Você vive para trabalhar?
Em quem vai pisar para chegar ao alto cargo?

Trabalhar mata!
Dignidade é prisão.
Trabalhar mata!
Dignidade é ilusão.

Sonho & Pesadelo

Posted: 14 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0


Eu sonhei...
Eu acordei...

A frustração de acordar nesta terra,
Faz o sonho parecer mais confortável.
Tanta devastação, paz com nome de guerra,
Faz o pesadelo parecer mais agradável...

Segregação em nome duma bandeira,
Faz o sonho parecer mais patriótico.
Degeneração por uma glória financeira,
Faz o pesadelo parecer menos caótico.

Eu sonhei que acordava num paraíso,
Eu acordei e pensava que perdia o juízo.
Eu sonhei que acordava realmente.
Eu acordei, mas não sei onde deixei minha mente...
Eu preciso dormir novamente.

Desejos Mundanos

Posted: 13 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


Gostaria de dizer que tudo vai ficar bem,
Gostaria de fazer algo mais para mudar o que vem.
Gostaria de poder curar toda dor e sofrimento,
Gostaria de entender o custo de todo tormento.

Gostaria de amar o próximo mais do que a mim,
Gostaria de voar sobre flores no selvagem jardim.
Gostaria de olhar para o amanhã e ver futuro,
Gostaria de falar que aqui você estará seguro.

Sopra o vento um perfume comum e insano,
Por um momento desejo não ser mais um humano.

Gostaria de ser mais do que carne e ossos,
Gostaria de crescer para o além sem esforços.
Gostaria de saber de quem é a culpa de toda dor...
Gostaria de desejar ao próximo somente amor...

Mas eu sou humano e desejo também ódio, rancor e vingança!
Perco tempo desejando também a melhor lembrança.
Gostaria sim de só ter mais esperança...
Mas sou humano, e esperar simplesmente cansa.

A Casca

Posted: 12 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Uma noite comum.
Um café fronte a TV.
Você é só mais um,
Sem noção do que quer ser.

Um dia de trabalho,
Suor em troca de moeda.
Você é um espantalho,
Preso a toda essa merda!

Uma tarde pueril,
Um chá lendo jornal,
Você se sente mais vazio...
Cheio de ser um vegetal.

Mas... Uma noite em liberdade.
Álcool embriaga neurônios...
Você se sente de verdade...
Enzimas, fisioquímica e hormônios!

Um dia de ressaca,
Doce arrependimento...
Por um ontem, você saiu da casca...
Teve afinal deslumbramento...
Por um momento... Você saiu da casca.
Por um momento... Você saiu da casca.

Natureza

Posted: 11 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Ao que parece, é mais importante o seu conforto,
Mesmo que o mundo pague por você o preço...
Com sua degradação, a natureza fará o aborto.
A terra dá, mas também pode tirar o berço.

Você tem mania de se fazer por fora,
Quando o assunto é a natureza...
Você suja, destrói, queima e explora...
Mesmo tendo a fatal certeza:
Não há humanidade sem natureza
Mas o mundo ficaria perfeito se o humano fosse embora!

A natureza agradece a degeneração...
A certeza é que não sobrará humana nação...
A natureza só fará mais uma transformação...
Com toda beleza e natural devastação...

Abrindo...

Posted: 10 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


Abra seus olhos e veja toda a realidade.
Abra seus braços e seja o caos e a liberdade.

Open your eyes and see all of reality.
Open your arms and be chaos and freedom.

Abre los ojos y ver toda la realidad.
Abre tus brazos y el caos y la libertad.

Anata no me wo hiraki , subete no genjitsu wo goran kudasai .
Anata no ude wo hiraki , konton to jiyū ga ari masu .

Pergunta Fundamental

Posted: 9 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Disseram que tudo ficaria normal,
Não explicaram o que era anomalia.
Prometeram me livrar de todo mal,
Mas nem tudo é maniqueísta heresia...

Disseram que eu veria o raiar da aurora,
Não disseram em qual estação...
Falaram dum paraíso de eterna glória,
Não disseram que ser livre disso era tentação.

Disseram que existe tal criador...
Onipotente, onipresente e onisciente...
Pediram-me para não ser questionador...
Mas para isso teria que estar dormente!

Digam-me, por favor, se tal senhor,
Pode criar pedra de tamanho peso e resplendor,
Que nem ele ergueria? Digam-me, por favor!

A Vida, O Universo E Tudo Mais

Posted: 8 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0

Não me peça pra repetir tudo o que tenho como vida,
A resposta de modo algum vai te agradar.
Eu sei qual meu sentido em me sentir vivo.
Se você não sente, procure se adaptar...
Afinal, como eu, você também é um animal.
E não me venha com balelas de cadeia alimentar...
Isso não se aplica a sociedade civil humana.
Afinal, quem tem mais bombas pode e tem direito de atacar...?
Afinal, sua vida teria um final mais rápido do que perguntar...

Se você descobrir para que serve sua vida,
Além de servir a um ser imaginário por uma imortalidade incerta...
Acho quase que certamente, você vai se sentir livremente vivo!
Até lá... É melhor esperar.
Mas como eu não tenho essa sua eternidade,
É melhor eu não mais desperdiçar meu tempo com esse papo existencial.
Afinal, essa é sua dúvida mortal... Não minha... Adeus!

Único Caminho

Posted: 7 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


Não, não pensamos em futuro...
Não, não pensamos em passado...
Não ficamos em cima do muro...
O caminho é o presente realizado!

Essa é sua chance de admitir seu real desejo,
O caminho é esse mesmo, você vê e eu também vejo.
Não há porque negar uma carícia ou um beijo,
Amanhã poderemos dormir e tudo estará acabado,
Deixe o medo de lado, não carregue esse fardo,
Dance hoje comigo, um tango, uma valsa, um fado,
Não há pecado! Sinta-se você sem restrições sem pudicagem
Deixe pra lá roupas, coisas fúteis, deixe qualquer bagagem...
É bobagem... Leve apenas seu eu, sua real imagem,
Deixe que pensem que é sacanagem, isso não incomoda
Deixe que pensem que o que fazemos é por simples moda,
Deixe que pensem mal, pensem bem ou que somos foda.
Todos estão dormentes, não vêem o evidente em suas faces...
Prendem-se simplesmente esperando que o tempo passe,
Ah se você ao redor olhasse e acordasse
Saberia que eu falo por bem e por carinho,
Se você acreditasse teria de nos o vulgar vinho.
Então venha comigo... Pois a liberdade é o único caminho.

Não, não pensamos em futuro...
Não, não pensamos em passado...
Não ficamos em cima do muro...
O caminho é o presente realizado!

Amanhã?

Posted: 6 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Porque você espera algo que simplesmente pode não acontecer?
Porque você atende ordens sem questionar sem nem perceber?
Porque você acha que tem que baixar a cabeça e obedecer?
Seja você! Tente pelo menos se amar, tente se conhecer!
Porque você se prepara tanto para um incerto futuro?
Porque você desiste diante de qualquer parede, qualquer muro?
Porque você fica aí olhando eternamente para esse escuro?
Seja você! Não existe amanhã, e ninguém está seguro!

Refrão:
Amanhã? Quem disse que estará vivo até lá?
Amanhã? Deixe o presente ser teu complemento.
Amanhã é uma ilusão temporal, vem pra cá!
Amanhã é incerteza de dor e sofrimento...
Amanhã não existe. Viva somente o momento!

Porque você deixa de aproveitar qualquer convite irresistível?
Porque você resiste a própria sinceridade pensando no imprevisível?
Porque você não tenta quebrar a barreira do que é induzível?
Seja você! Tenha coragem para destruir seu conceito de impossível.
Porque você se perde em memória do que não aconteceu?
Porque você fica olhando para o horizonte pra ver se amanheceu?
Porque você vive até em função de quem já faleceu?
Seja como eu! Viva o hoje! Viva o agora, pois já anoiteceu!

(Refrão)

Se for o caso, escancare a coerência da sanidade,
Deixe que falem... Não se importe com sociedade,
Aproveite a vida pois a morte não tem piedade.
A humanidade se priva da própria vitalidade,
Achando que amanha será, terá, viverá, a tal felicidade...
Aproveite o agora, pois esse instante não durará a eternidade.

(Refrão)

O Que Está Acontecendo?

Posted: 5 de fev de 2010 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Pessoas morrem, pessoas choram...
Pessoas ficam outras vão embora...
Pessoas matam outras ignoram...
O que está acontecendo agora?

Refrão:
O que está acontecendo? O que está acontecendo?
As pessoas esqueceram a emoção, querem explicação.
O que está acontecendo? O que está acontecendo?
Matam por falsa alimentação, prazer ou por paixão.
O que está acontecendo meu parente, meu irmão?

Não sei para onde olhar... Ao meu redor, só podridão.
Transformaram a realidade! Olhe a situação!
Quem pára para sentir uma alheia emoção?
Quem pára para ouvir uma mísera canção?
Glorificam uma nação, uma religião e sem nenhum questionamento.
Todos apontam armas, desperdiçam sangue à qualquer momento,
Ninguém tem uma idéia própria, um pessoal pensamento,
E quando acordam já partem para rotina esquecendo o que é sentimento.
A única vontade é ter entendimento sobre a vida e seu Eu,
Mas nunca encontrará uma resposta se já esqueceu...
Esqueceu que é um ser que pode ter a vontade de um deus.
Você pode mudar o mundo, mas antes deve mudar os conceitos teus.

(Refrão)

Você consegue ser você por um segundo? Não, é só mais um produto,
Você consegue ver além do muro que há mais de um caminho conduto?
Não sou eu quem oculto... Só por mim mesmo é que luto,
Não espere minha ajuda e dizer que sou egoísta, não é um insulto,
Eu sei que sou e vivo só pra mim e por mim
Vivo minha vida e não preciso saber do teu conceito de bom e ruim.
Deixe que eu me ferre sozinho. Simples assim!
Viva sua vida, e se for o caso, deixe que eu tenha meu fim.
Mas viva em liberdade e não sendo mais uma besta da tecnocracia,
Duvide de tudo! Não creia em fantasias como democracia!
É mentira! E não se importe se dizem que tua vontade é heresia...
Viva sua vida! Saia da fantasia! Saia dessa social anestesia!

(Refrão)