Mãos Sujas Patrocinadoras

Posted: 30 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Talvez você não concorde com o que fazem aos touros, cavalos e bezerros nas vaquejadas. Possivelmente você seja contra. Mas inconscientemente no gole gelado da cerveja que você acabou de tomar, foi uma gota de sangue da fratura exposta de tais animais! Você contribuiu com toda dor, com toda tortura e toda escravidão existente nesses ambientes. Mesmo que tenha ido só pra ver as bandas que concordam e apóiam o horror. Se você ainda sente algum sabor em patrocinar esse espetáculo fascista, por favor, morra de uma cirrose ou coma alcoólico!











“Não consuma e boicote marcas que patrocinam vaquejadas e rodeios. Assim você não estará causando dor e sofrimento a animais que são escravizados nesses espetáculos de tortura! Pelo menos Nova Schin é uma empresa torturadora. Informe-se e faça parte de nossa campanha!”

Só Trai Quem Ama

Posted: 28 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0


Débora impiamente respondeu que não havia traído Michel ao ter transado com um vizinho. E tentou-lhe explicar mesmo ele chorando que não o amava, portanto, não havia traição e sim uma busca incessante por amor.

Pelo Futuro Fluir

Posted: 27 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Falar tanto da própria vida, às vezes impede-se de existir.
Examinar cada passo faz malograr a inspiração do porvir...
Por isso o futuro é só um conceito que se usa pra do hoje fugir.

Sem Porta

Posted: 26 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
1

A partir daqui rasgue suas regras e leis... rasgue!
De nada vale esta realidade se não pudermos ter outras.
De nada vale viver se não beijarmos os lábios da morte,
Para disso extrairmos todo o prazer!
De nada vale dormir se não pudermos ter sonhos,
Para detestar realmente os pesadelos.
De nada vale a liberdade física se a mente estiver
Presa a grilhões da consciência estática.


Para quem é real, o horizonte só depende de questionar,
O que não é.
E mesmo sabendo que rasgando as regras e leis,
Tudo a diante ainda será sonho.

Por Yulles Doinel III

Gravidade Do Mundo Oco

Posted: 25 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: ,
0


O meu corpo,
O teu corpo.
Corpos depois
De copos.
Troco
Rouco,
Mouco,
Dorminhoco,
O oco...
Não do corpo.
O louco...
Tão louco.

Argumentos Sobre Quantidade De Essência

Posted: 24 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0


Você acha que tudo o que não cabe em sua compreensão,
É critério de desordem da realidade em consciência.
Você ignora quem conhece e quem sabe, mas tudo é questão
De desajuste de você diante da entropia da existência.

Por mais que você queira o contrário das pessoas ao redor,
A vida se espalha perante a catástrofe de se ter ciência.
Por mais que não se importem com o amanhã e com a dor,
O amanha ainda existirá com ou sem nossa insistência.

Mesmo que tudo pareça perdido diante dos eventos,
Os fatores se encontrarão pelo ato simples de eminência.
Tudo faz parte de como sua mente interpreta os momentos
E de quanto seus pensamentos DeMentes têm de substancial demência.

Violência Naturalizada

Posted: 23 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
0

Na telenovela das dezenove horas passou uma cena que chocou dona Luzia, na qual uma personagem santinha foi arremessada num caixote viva para ser levada para outro país. Ficou irritadíssima como o ato de tamanha crueldade fora transmitido naturalmente naquele horário qual crianças ainda assistiam. E quando ela expressou isso a seu netinho, ele questionou:
- Mas vovó, no jornal que passou antes mostrou que fizeram a mesma coisa com pássaros apreendidos na rodovia... Qual a diferença? – Perguntou ele.

Ser Social Ser

Posted: 22 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: ,
0


Ser social não tem sido nada
Mais do que seguir
A conduta do fracasso.
Em tudo se espera uma realização
De perfeição.
E quando a frustração se faz,
A vida perde o sentido.
Mas talvez só não haja sentido em ser social.

Sentido Pessoal De Ícaro

Posted: 21 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: , , ,
0


Um dia ele sentiu que o sentido de sua vida não precisava ser tão complexo quanto todos argúem. Um dia ele apanhou suas asas de fantasia e pulou para o abismo do desconhecido... O sentido maior de sua vida foi alcançado. E não precisou viver tanto para saber disso.

Descarte Nem Tão Descartável

Posted: 20 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: ,
0


Ele achava que um copo descartável jogado ao léu não faria diferença alguma na sujeira da cidade. Até que as chuvas de verão vieram. E toda a cidade ficou alagada. O corpo dele foi encontrado afogado, e em seus pulmões muito mais água do que caberia naquele copo descartável.

Egoísmo Escravagista

Posted: 19 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: , , , , ,
0


Porque com tantas possibilidades na vida,
As pessoas se prendem somente a dor?
Tudo parece se realizar em torno de traumas e violações.

Porque com todo espaço nesse planeta,
As pessoas se arraigam em um único lugar?
Tudo parece fluir em cúpulas de poluição e degradações.

Porque com tanto prazer que podemos sentir,
As pessoas se reprimem por medos de si próprios?
Tudo parece funcionar em função de uma posterior libertação.

As prisões têm sido mais do que possibilidades, espaços ou sensações.
A forma mais real e deprimente de manifestação humana:
Prender-se a si e a todos na agonia de seu próprio ego.

Cuidado De Viver (Empatia)

Posted: 18 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: ,
0

Ter todo o cuidado na vida
Não é o suficiente para se viver mais.
Principalmente quando sua vida
Não depende unicamente de sua vontade...

Afinal, pode aparecer alguém
Que ache sua pele bonita e queira fazer de você um casaco.
Ou achar que você é forte e pode carregar
Uma carroça cinco vezes o seu próprio peso.
Ou pensar que você não sente dor,
E assim desmembrar todo seu corpo parte a parte,
O que por um lado pode até parecer divertido a tal alguém.
Ou quem sabe, te enjaular você em algum lugar pra fazer companhia...
Ou quem sabe acham de querer
Provar teu sabor porque disseram a esse tal alguém
Que você está aqui pra servir pra isso e tudo o mais que foi citado...

Ter cuidado na vida
Não é suficiente mesmo pra se viver mais.
E sim cuidar de vidas como vidas.
Tão necessárias a vida quanto você!

Em Torno Da Realidade

Posted: 17 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: , ,
0

Em torno das dobras de um pensamento entrelaçado,
As emoções se revelaram como algo mais representado.
Tudo que antes fora de sentimento embalsamado,
Agora não passa de cinzas de dum sentir condicionado.

Em torno das sobras de uma mente complexada,
As intenções nem sempre representam criminalidade,
E tudo que antes era tido como marginal reação isolada,
Agora não passa de um gemido abafado na invisibilidade.

Em torno das obras apreciadas patrimônio da humanidade,
A liberdade é a loucura de maior risco a ser considerada!

O Tempo É Incurável

Posted: 16 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
1

Com o tempo fica inevitável
A sensação social de desajuste,
Quando cada fala parece ser um prego enferrujado,
Penetrando impiedosamente no ouvido
Por ser simplesmente ordinária a se proferir...

Com o tempo fica mais palpável
A sensação de que dentro do contexto tempo espaço,
Nada mais faz sentido de caminho ou direção.
Tudo parece não mais ter sabor...
E ninguém mais atrai em nenhum aspecto...

Com o tempo, nada muda realmente... Só envelhece.

Reprimidas Essências

Posted: 15 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
0


Ninguém disse que viver seria fácil com tantas experiências,
Ninguém sabia que o caminho era tão estreito perante as inoperâncias.
Ninguém disse que padecer era uma opção diante das circunstancias...
E ninguém quer ser alguém para ser completo para si mesmo...
Isso é o que faz a vontade obliterar por falsas aparências.

Ninguém quer ser o Alguém que é algo mais do que reticências.

Condições Ideais Para Liberdade

Posted: 14 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
1

Estar sozinho com uma idéia é uma prisão.
Dizer que quer foder uma ultima vez não é celibato.
É apenas mais um pedido desesperado de excitação.
Tudo além de um embalsamento dum vinho barato.

Estar sozinho com uma idéia é ser revolucionário,
E por mais que digam o contrario, é mais exato...
Lutar por uma causa que você acredita é visionário,
Enquanto a ilusão de ser coletivo te pareça algo inato,
O mínimo que você pode realizar
É sentir-se e ser mais liberto do que libertário.

Condições De Realidade

Posted: 13 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
0

Ser incondicionalmente crente em algo abstrato
É algo que não possui condições de ser real.
A inconstante realidade não permitiria um ato tão auto-alto
Como se você não fosse mais do que só um crente mortal.

Ser aparentemente devoto a uma idéia inconcreta,
É a mais simples representação do que é vital,
E a todo instante há a tentativa de fugir da linha reta,
Mesmo que a solução seja ser mais anti-social.

Um dia você verá que a única condição que ainda caberá
Para que se sinta em condições de discernir a realidade,
Vai ser não mais ser real do que inocente humano-animal.


Paixão Egoísta

Posted: 12 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
0

As perguntas que ficaram caladas e não foram feitas,
Dissecaram perante a irreversibilidade das ações.
As estaticidades empalaram as esperanças perfeitas,
Para mostrar que a irresponsabilidade é o que faz as paixões.
E só sendo apaixonado pelas vias estreitas da consciência para sentir emoções!

Desejo Solar Incapacitado

Posted: 11 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
0


Você sempre quis um lugar no sol.
E não ao sol...
Aliás, você sempre quis ser Sol.
Eu não senti nada mais do que um reflexo lunar...
Poderíamos ter sido supernova! Se você não tivesse se apagado...

Apatia No Jardim Do Delírio

Posted: 10 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
0

“Pode-se lembrar até dos mais simples momentos
Quando se está prestes a renunciar toda existência”,
Pelo menos é o que todos lançam sem argumentos.
Mas, quem da inexistência voltou pra reclamar sua essência?

Pode-se conhecer o contrario de todas as sensações,
Desde que largue as conceituações etimológicas mundanas.
Você pode ter e ser páreo as sociais significações...
Mas só quando libertar as emoções das instituições humanas.

Você pode ser mais do que casca e vazio sem fim
Apenas reconhecendo que sendo outro você se trataria como a mim.
Você pode ser mais do que um cabide no selvagem jardim!


Tentando Se Reconhecer

Posted: 9 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
0

Quando se fala que ninguém vive sem sacrifícios
Tem-se admitido que é uma dor constante viver.
Quando para ser tanto se retém de falsos artifícios,
Tem-se admitido que é uma farsa incessante ser humano ser...

Quando se rasga a tez da trama da realidade,
Tem-se conhecido o que é o mais profundo conhecer.
Quando paramos perante as vias da liberdade,
Tem-se admitido barreiras pra o limite do ser inconsciente ser...

Quando você realmente se sente você,
Tem-se perdido o que queriam que você fosse pra sociedade.
Quando você se sente você é que o seu eu DeMente faz-te se reconhecer.


Naturais Papeis Escolhidos

Posted: 8 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores: ,
0


A abelha, mesmo tendo nascido naquela grande colméia decidiu que era hora de partir. Ser operaria não era mais pra ela. Juntou-se ao gafanhoto e a formiga anti-sindicalista e foram viajar por onde o verão fosse. E ganhavam a vida dançando e cantando.

Graforréia #33 pdf

Posted: 7 de set de 2009 by Lux Alt in Marcadores:
0


Clique aqui para baixar em pdf. Imprima se preferir e divulgue a vontade!